Posts

Aneel autoriza operação comercial de 14,7 MW eólicos no Ceará

Agência também autorizou testes de CGH, PCH e outra eólica

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou nesta quinta-feira, 10 de maio, a operação comercial de sete unidades de 2,1 MW cada, somando 14,7 MW de capacidade da usina de geração eólica EOL Bons Ventos Cacimbas 3, localizada no município de Ubajara, no Ceará.

Na mesma localidade, a Aneel aprovou para testes a operação dos aerogeradores UG1, UG2, UG3, UG6, UG7, UG10 e UG11, de 2,1 MW cada, totalizando 14,7 MW relativos a usina EOL Bons Ventos Cacimbas 2.

A Agência também autorizou a operação em regime de testes de uma turbina de 6 MW da PCH Senhora do Porto, localizada no município de Dores de Guanhães, em Minas Gerais, assim como uma unidade de 2,75 MW da CGH Palmeiras, situada em Ponte Alta do Bom Jesus, no Tocantins.

Fonte: Canal Energia

Aneel autoriza operação comercial de parque eólico no Rio Grande do Norte

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou para operação comercial a usina eólica União dos Ventos 14, a partir de 26 de janeiro, mesma data da publicação do despacho do Diário Oficial da União. A usina compreende as unidades UG1, UG3, UG5, UG6, UG7, UG8, UG9 e UG 10, de 2.100 kW cada, somando 16.800 kW de capacidade instalada. O empreendimento é de propriedade da empresa Serveng e está localizado em Pedra Grande, no Rio Grande do Norte.

Fonte: SEERN

Aneel libera fotovoltaicas no Piauí para operação comercial

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou para operação comercial, a partir de 9 de dezembro, as unidades geradoras UG1 a UG32, de 937,5 kW cada, totalizando 30 MW de capacidade instalada em cada uma das usinas de geração fotovoltaica denominadas Nova Olinda 8, 9, 10,11, 12, 13 e 14, segundo despacho publicado pela Aneel nesta segunda-feira, 11 de dezembro. As usinas da Enel Green Power, que somam 210 MW, estão situadas em Ribeira do Piauí (PI).

Outra usina a receber a autorização da Aneel foi a EOL Santo Inácio III, que compreende as unidades UG1 a UG14, de 2.350 kW cada, totalizando 32.900 kW de capacidade. O empreendimento está localizado no município de Casa Nova (BA).

Por outro lado, a Aneel liberou para operação em teste, a partir de 9 de dezembro, as unidades geradoras UG1 e UG2, de 2.500 kW cada, totalizando 5.000 kW de capacidade instalada da EOL Diamante II. A usina está localizada em Gentio do Ouro (BA). No mesmo município baiano temos outra aprovada junto a Aneel, EOL Laranjeiras V, que poderá testar as unidades UG1 e UG2, de 2.500 kW cada, somando 5.000 kW de capacidade.

Já no município de Casa Nova (BA), temos outra contemplada pela autorização do órgão regulador. Trata-se da EOL Casa Nova III, que compreende as unidades UG1 a UG12, de 2.350 kW cada, formando 28.200 kW de capacidade instalada.

Outra usina a receber a autorização da Aneel foi a EOL União dos Ventos 13, que poderá testar as unidades UG1 a UG3, de 2.100 kW cada, totalizando 6.300 kW. O empreendimento está localizado no município de Pedra Grande (RN). Por fim a PCH Pedra, localizada em Passos Maia (SC), também recebeu o parecer da Agência, e testará duas unidades: UG1 e UG2, de 2.800 kW cada, somando 5.600 kW de capacidade instalada.

Fonte: Canal Energia

Aneel libera eólicas do Rio Grande do Norte para operação comercial

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou para operação comercial as usinas eólicas Pedra Rajada I e II, que compreendem as unidades UG1 a UG10, de 2 MW cada, totalizando 20 MW de capacidade instalada em cada usina, localizada no município de Cerro Corá, Rio Grande do Norte.

Usinas entram em teste

No último dia 28 de novembro, a Aneel liberou para operação em testes, as unidades UG4 a UG9, de 2.100 kW cada, da Usina Eólica União dos Ventos 13, totalizando 12.600 kW de capacidade.

Outra usina a receber o provimento foi a União dos Ventos 14, que poderá testar as unidades UG1, UG7, UG8, UG9 e UG10, de 2.100 kW cada, somando 10.500 kW de capacidade. Ambos os empreendimentos estão situados na cidade de Pedra Grande.

Fonte: CERNE Press

Aneel libera usina solar no Rio Grande do Norte para operação comercial

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou na última segunda-feira, 20 de novembro, o início da operação comercial de várias usinas nas regiões Nordeste e Sul. No Rio Grande do Norte, foram liberadas as unidades UG2 a UG18 da UFV Floresta III, de 1 MW cada, totalizando 7 MW. O complexo é composto por três usinas solares fotovoltaicas, totalizando uma área de 318 hectares, localizada na cidade de Areia Branca. A empresa responsável pelo empreendimento é a norte-americana Solar Direct.

A Aneel também liberou 29,4 MW nas unidades UG1 a UG14 da EOL Santo Inácio III, que fica em Icapuí, no estado do Ceará. Outra eólica do complexo, a EOL Santo Inácio IV, teve 23,1 MW liberados para operação através das turbinas UG1 a UG11. Ainda no Ceará a EOL São Raimundo teve as unidades UG1 a UG11, que somam 23,1 MW, foram liberadas.

Fonte: CERNE Press com informações do Canal Energia

Aneel libera três eólicas do Piauí para operação comercial

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou a usina de geração eólica Ventos de São Vicente 14 para operação comercial das unidades UG8 a UG14, de 2.100 kW cada, totalizando 14.700 kW de capacidade instalada, segundo despacho publicado pela Aneel na última sexta-feira, 18 de agosto. O empreendimento está localizado no município de Curral Novo do Piauí (PI).

No mesmo despacho o órgão regulador autorizou comercialmente outras duas eólicas no Piauí, em Caldeirão Grande do Piauí: Ventos de Santa Regina, com as unidades UG3, UG4, UG5, UG6 e UG9, de 2.700 kW cada, totalizando 13.500 kW de capacidade e a Ventos de Santo Adriano, que compreende as unidades UG8 a UG11, de 2.700 kW, totalizando 10.800 kW de capacidade instalada.

A Aneel também liberou em regime de testes quatro usinas de geração fotovoltaica da Pirapora Energia Renováveis: Pirapora 6, 9 e 10, com as unidades UG1 a UG31, de 967,742 kW cada, totalizando 30.000 kW de capacidade instalada em cada uma das três usinas e a UFV Pirapora 7, com as unidades UG1 a UG30, de 967,742 kW cada, num total de 29.032 kW de capacidade. As usinas estão localizadas na cidade de Pirapora (MG).

Outra liberada para testes pela Agência foi a pequena central de geração hidrelétrica denominada Jardim, com as unidades UG1 e UG2, de 4.500 kW cada, num total de 9.000 kW de capacidade. A PCH está localizada nos municípios de André da Rocha e Muitos Capões.

Fonte: Canal Energia

Eólica: Brasil ultrapassa a marca dos 10GW em operação comercial

O Brasil atingiu a expressiva marca dos 10,057GW de energia eólica em operação, distribuídos em 409 parques por todo o território nacional. O resultado ocorreu na última terça-feira, 27 de dezembro. Os dados são do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE).

A marca foi atingida com a entrada em operação do parque eólico Ventos de Santo Augusto VIII com capacidade instalada de 18,4MW, localizado no município de Simões, no Piauí, e dos parques Aura Mangueira VII e Aura Mirim II, com 24MW e 30MW de capacidade, respectivamente, instalados em Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul.

Liderança

O estado do Rio Grande do Norte permanece como líder nacional em geração eólica com 119 parques produzindo 3,227 GW de energia.

Confira a seguir o ranking completo:

 

Fonte: CERNE/SEERN/ANEEL

Fonte: CERNE/SEERN/ANEEL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: CERNE Press

Aneel libera funcionamento de 10.500Kw para eólica Santa Mônica, no RN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou nesta segunda-feira (22) a entrada em operação comercial de mais cinco turbinas do parque eólico Santa Mônica, instalado no município de Touros, Rio Grande do Norte. São 10.500 kW agregados ao parque e que agora alcança a potência instalada de 29.400 kW.

No início de dezembro a CPFL Renováveis, empresa detentora da usina eólica, comemorou a marca de 2 GW de capacidade instalada no Brasil, com a entrada total em operação dos complexos eólicos Campo dos Ventos e São Benedito, também instalados no RN. O estado continua como líder isolado em potência instalada e geração de energia elétrica através dos ventos.

Fonte: SEERN Press

Aneel libera operação comercial de eólicas no RN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou para entrada em operação comercial a partir desta segunda-feira (20) mais um aerogerador, de 3 MW de potência, do parque eólico Vila Pará III, de propriedade da empresa Voltalia.

O empreendimento está instalado no município de Serra do Mel. Com o funcionamento da nova turbina, o parque passa a ter uma potência instalada de 24 MW.

Fonte: CERNE Brasil

No RN, Aneel libera funcionamento de 24MW em eólicas

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou nesta quarta-feira (17), a entrada em operação comercial de oito aerogeradores do parque eólico Vila Amazonas V, somando 24.000 kW de potência instalada no Rio Grande do Norte. Localizada no município de Serra do Mel, a usina é de propriedade da empresa Voltalia.
“Estamos nos aproximando cada vez mais dos 3 GW de potência instalada no Estado. Até agora tudo está acontecendo como o esperado”, afirma o Diretor de Engenharia e Infraestrutura Elétrica do CERNE, Milton Pinto. “O próximo parque eólico a entrar em operação comercial  deve ser Vila Pará I, da Voltalia. Atualmente, estamos a pouco mais 50 MW para alcançarmos a marca dos 3 GW”, finaliza.
Fonte: CERNE Press

Eólica no Rio Grande do Norte entra em operação comercial

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) liberou nesta segunda-feira (18) o início da operação comercial na EOL Campo dos Ventos I, localizada no município de João Câmara, no Rio Grande do Norte. O benefício foi para UG1, UG2 e UG4, com 2,1 MW cada, totalizando 6,3 MW de capacidade instalada.

Outro parque eólico potiguar também entrou em funcionamento desde o dia 14 de julho, a EOL Macambira I, em Santana do Matos, foi beneficiada com a entrada em operação das unidades UG1 a UG9, de 2 MW cada, totalizando 18 MW.

Fonte: Da Agência CanalEnergia, Operação e Manutenção

Aneel libera funcionamento de 8,4MW em eólicas no RN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou, no último dia 04 de julho, a entrada em operação comercial de quatro turbinas do parque eólico Campo dos Ventos V,  de propriedade da CPFL Renováveis. As torres com capacidade de 2.100 kW e somam 8,4 MW de potência instalada. O empreendimento está localizado no município de Parazinho, no Rio Grande do Norte.

Aneel libera funcionamento de 8,4MW em eólicas no RN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) liberou hoje (05/05) a entrada em operação comercial de quatro aerogeradores do parque eólico Campo dos Ventos III. As turbinas somam 8, 4 MW em potência instalada.

Ao todo, o parque conta agora com 12 turbinas em funcionamento, gerando um total de 25,2MW em potência instalada. O empreendimento está localizado no município de João Câmara e é de propriedade da CPFL Renováveis.

Assim, o Rio Grande do Norte alcança o número de 98 parques eólicos em funcionamento e se aproxima da marca de 100 parques, ocasião em que será o primeiro estado brasileiro a atingir tal recorde.

Fonte: CERNE Press

Renova obtém liberação para operação comercial de 5 parques eólicos

A Renova Energia informou que foi publicado nesta terça-feira despacho da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), datado de 31 de dezembro, que determinou a liberação, a partir de 1º de janeiro, da operação comercial de cinco parques eólicos da companhia.

Com a entrada em operação destes parques, que somam 100,8 megawatts (MW) de capacidade instalada, fica concluída o começo de operação comercial dos nove parques eólicos da Renova que comercializaram energia em leilão de energia nova de 2011.

As demais unidades iniciaram operação em março de 2015.

Fonte: Valor Econômico | Thais Carrança