Comunicado CERNE – Queimadas na Amazônia

O CERNE, que tem como uma de suas principais premissas a preservação do meio ambiente e o uso racional e sustentável dos recursos naturais, vem a público externar grande preocupação com a atual situação da Floresta Amazônica, diante da destruição ocorrida em decorrência do aumento das queimadas detectadas na região.

A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo, com 60% de sua área no Brasil. É considerada um dos maiores centros de biodiversidade do mundo, com inúmeras espécies da flora e fauna só encontradas ali, e em função da elevada densidade, a floresta contribui com o equilíbrio global da atmosfera, como nos processos relativos ao efeito estufa como causa das mudanças climáticas. Por isso, para a imensa maioria dos cientistas, a preservação da Amazônia é uma das principais estratégias de combate ao aquecimento global.

O CERNE acredita que, a despeito das disputas político/ideológicas que seguem acirradas pelo Brasil, é preciso prezar pela defesa das riquezas naturais, sociais e econômicas do país. Para que haja o desenvolvimento sustentável da região, é fundamental a manutenção de ações que garantam a proteção aos direitos territoriais dos povos e comunidades tradicionais da Amazônia, bem como o incentivo à pesquisa científica e o combate ao desmatamento ilegal.  É fundamental ainda que haja o fortalecimento de instituições de monitoramento e  execução, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente – Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio.

O CERNE espera que, em nome desse bem maior, as diferenças sejam superadas e os esforços se voltem para a recuperação e preservação desse bioma, que pode garantir a continuidade da vida no planeta.

 

Darlan Santos

Diretor-Presidente do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *