CERNE realiza encontro entre investidores e desenvolvedores em Nova Iorque

Foto: CERNE Press

A primeira edição do Brazil Renewable Energy Meeting (BREM-NY), realizada em Nova Iorque, começou na manhã da terça-feira (06) com um encontro entre os participantes brasileiros e alguns convidados: os representantes da Moody”s Investor Service,  Daniel Lima e Camila Yochikawa e a presidente da LAVCA (Associação de Participação Societária e Capital de Risco Latino Americano), Cate Ambrose.

Os especialistas americanos falaram aos participantes brasileiros sobre a estrutura de financiamento de projetos e os principais requisitos considerados pelos investidores nas análises de viabilidade e de retorno do investimento.

A reunião foi aberta pelo Cônsul do Brasil em NY, Roberto Ardenghy, que explicou a estrutura do Consulado aos presentes. Em seguida, a representante da empresa Zoom Out, parceira do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) na realização do BREM-NY, falou sobre a logística do evento e as expectativas para os próximos dois dias.

Ao tomar a palavra, o Presidente do Cerne, Jean-Paul Prates, saudou os presentes e falou da satisfação de poder reunir, em um mesmo encontro, desenvolvedores e investidores, e mostrar que o Brasil é um país propício e seguro aos investimentos estrangeiros. E que o setor das renováveis oferece algumas das melhores oportunidades de mercado.

Já o representante da Câmara de Comércio Brasil Estados Unidos, Ted Helms,  falou sobre a importância do networking em sintonia com a prospecção de novos negócios e sobre os eventos setoriais informativos promovidos pela instituição.

O Brazil Renewable Energy Meeting Nova Iorque prossegue nesta quarta-feira (07) com palestras, apresentação de projetos e rodadas de negócios entre os desenvolvedores de projetos de energia renovável e os investidores internacionais convidados. Na quinta-feira, último dia do evento, uma visita ao Brookhaven National Laboratory e à Solar Farm – Laboratório de pesquisa e projetos em energia renovável do Departamento de Energia do Governo Americano.

Fonte: CERNE Press

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *