Embrapa participa de discussões sobre transição energética no Piauí

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Elson Fontenele | Embrapa
Link para a matéria: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/87951059/embrapa-participa-de-discussoes-sobre-transicao-energetica-no-piaui

A transição energética e a expansão das energias renováveis no Piauí foram pautas da reunião que aconteceu no último dia 25 de março, na Federação das Indústrias do Piauí, quando do lançamento do escritório do Centro de Estratégia em Recursos Naturais e Energia (Cerne) no estado. Em pauta, o projeto de hidrogênio verde e suas perspectivas para o futuro, além de políticas e estratégias para recursos renováveis e naturais no desenvolvimento sustentável do Piauí.

Os especialistas participantes do encontro discutiram a identificação do estado como polo de produção de energia a partir de fontes renováveis; potenciais aplicações do hidrogênio verde, incluindo transporte, indústria e armazenamento de energia; os desafios técnicos, econômicos e regulatórios para a sua produção e utilização; e o papel dos setores público e privado na promoção do desenvolvimento desta fonte alternativa de energia no Piauí.

O evento debateu, ainda, a melhoria na integração entre as entidades que atuam junto ao setor renovável; estratégias para capacitação profissional orientada às reais necessidades desse mercado; e a realização de estudos para identificar gargalos de infraestrutura logística. As discussões contaram com a presença de representantes do governo, legisladores e representantes de instituições de pesquisa.

Anísio Lima, chefe-geral da Embrapa Meio-Norte, participou do evento e acredita que a empresa tem muito a contribuir com o projeto de hidrogênio verde, política pública do governo do estado do Piauí. “Este é um tema emergente e essencial para que possamos garantir equilíbrio e sustentabilidade para o futuro de nossa sociedade. A Embrapa tem pesquisas com cana de açúcar, milho, bioenergia e bioinsumos que convergem com o trabalho de desenvolvimento de energias renováveis”, afirma.

Veja outros de nossos Posts!