Setor elétrico deve gerar 436 mil empregos até 2026

A expansão do sistema elétrico brasileiro prevista para os próximos 10 anos deve motivar a geração de 436 mil empregos diretos ao longo do período. A maior parte das vagas estará nos segmentos de transmissão e energia eólica, que devem gerar, respectivamente, 140 mil e 138 mil empregos, fatias que somadas correspondem a 64% do total previsto.

Os dados fazem parte da avaliação de impacto socioambiental da expansão prevista pela EPE no Plano Decenal de Expansão da Energia com horizonte até 2026. Estão presentes em nota técnica específica sobre o tema.

A geração de empregos mapeada pela EPE diz respeito às vagas criadas durante o pico das obras dos projetos previstos no plano. É 5% inferior ao total de 461 mil empregos que estava previsto no PDE anterior, para o período entre 2015 e 2024. Veja o detalhamento:

Sem título1

 

 

 

 

 

 

A análise de impacto socioambiental da EPE leva em consideração, além da geração de empregos, outros diversos aspectos, como a influência sobre áreas de proteção ambiental e terras indígenas. Leia aqui a nota técnica na íntegra.

Fonte: Brasil Energia

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *