Ministério-publica-diretrizes-para-leilão-de-descontratação-de-energia

Oferta para leilão de descontratação é de 4,5 GW

O montante de energia de reserva que poderá ser descontratado via mecanismo competitivo marcado para o dia 28/8 é de até 4.518 MW de capacidade, ou 1.600 MW médios de garantia física. Se todos os projetos participassem do leilão, seriam aportados R$ 32 milhões em garantias físicas.

A lista de projetos elegíveis à participação na concorrência, divulgada pela Aneel nesta quinta-feira (27/7), envolve 2.290 MW da fonte solar, 2.054 MW da fonte eólica e 174 MW da fonte hídrica.

Entre os estados, o que pode ser mais afetado pela descntratação, a considerar a oferta de projetos, é a Bahia. Há 1.768 MW de projetos no estado elegíveis ao cancelamento via mecanismo de descontratação. Destes, 1.207 são de energia eólica e 561 de solar.

Já o Rio Grande do Norte tem o segundo maior volume de capacidade que pode ser descontratada. São 582 MW contratados no estado, dos quais 407 MW de eólica, 170 MW de solares e 4,7 MW de uma PCH. Veja abaixo a distribuição entre os estados. O montante a ser descontratado no leilão ainda não é conhecido e será definido pelo MME com base em estudos da EPE.

Fonte: Brasil Energia

Sem título2

Sem título1

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *