Microgeração já cresce mais rápido que em 2016