Errata: Parque eólico no RN atinge recorde de produção em agosto

(03/11/2015) Nota da Agência Canal Energia: Ao contrário do noticiado anteriormente (22 de outubro de 2015), baseado em informações repassadas pela empresa, o estudo não foi realizado pela Universidade Federal do Ceará, mas por um estudante da Universidade Federal Rural do Semi-Árido do Rio Grande do Norte, e analisou a produção de todos os parques eólicos do Brasil. Veja a seguir a matéria corrigida.

O Parque Eólico Eurus II da Atlantic Energias Renováveis, localizado no município de João Câmara (RN), atingiu a maior média mensal de fator de capacidade do setor eólico no país em agosto passado, chegando a 78,11%. Os dados são de um estudo realizado pelo estudante de engenharia da  Universidade Federal Rural do Semi-Árido do Rio Grande do Norte, Felipe de Freitas.

A pesquisa analisou vinte parques dos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Pernambuco durante o mês agosto deste ano. O Renascença V, outro parque eólico da Atlantic no Estado potiguar, ficou em nono lugar na lista, com uma média de 75,17% de fator de capacidade.

Dados os fortes padrões de vento nesta época do ano, os parques devem alcançar índices semelhantes até dezembro. O acompanhamento do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mostra um fator de capacidade bastante alto dos projetos da Atlantic quando comparados com parques vizinhos na região de João Câmara.

Segundo dados levantados pelo CERNE, a Eurus II tem 30 MW de capacidade instalada. São 15 turbinas de 2 MW cada, modelo V100 da fabricante dinamarquesa Vestas.

O parque é conectado à subestação João Câmara III e foi negociado pelo Leilão de Energia de Reserva em 2010. Em dezembro de 2014, o empreendimento entrou em fase de testes e em janeiro deste ano a Aneel autorizou a operação comercial da Eurus II.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *