Empresa anuncia aquisição de R$ 2 bilhões em parques eólicos no Brasil

Fundada em 2015, em uma parceria do banco Santander e de fundos de pensão canadenses, a Cubico Sustainable Investments (Cubico) anunciou a aquisição de 392 MW em parques eólicos no Brasil, operação que resultou em um investimento de R$ 2 bilhões, segundo nota enviada à Agência CanalEnergia nesta segunda-feira, 11 de janeiro. Sediada em Londres, a Cubico é uma investidora e gestora de ativos de energia renovável e água. Pertencente a três sócios: Banco Santander; fundo de pensão dos professores de Ontário (Ontario Teacher´s Pension Plan) e o administrador de fundos de pensão do Canadá, (Public Sector Pension Investment Board).

A compra de dois complexos eólicos da Casa dos Ventos, que abrange as usinas Caetés (182MW), em Pernambuco, e Ventos do Araripe I (210MW), no Piauí, é o primeiro investimento da Cubico no país, e “é considerada a maior negociação envolvendo parques em operação no Brasil no ano de 2015”. A transação, realizada no final do ano passado, já foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Com a conclusão da compra destes dois complexos eólicos, a Cubico adiciona 392 MW ao seu portfólio no Brasil que, somados aos 223 MW já existentes (transferidos da antiga carteira global de ativos de energia renovável do Banco Santander), deixam a companhia com 615 MW de ativos eólicos operacionais e a posicionam como o terceiro maior player do setor de energia eólica do país, de acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Eólica.

Ricardo Díaz, Head da Cubico para as Américas, afirma que outras oportunidades de investimento serão analisadas no Brasil e na América Latina no setor de energia renovável. “Analisaremos mais oportunidades de investimento no país e em outros mercados latino-americanos, conforme o potencial de cada região”.

Eduardo Klepacz, Head da divisão Brasil da Cubico, acrescenta: “A operação posiciona a Cubico como um investidor comprometido com o Brasil. Somos capazes de capitalizar oportunidades devido a nossa estratégia de longo prazo, que nos permite manter e gerir ativos por um período entre 20 e 40 anos. Acreditamos no setor de geração de energia renovável do Brasil e, com o novo escritório em São Paulo, buscaremos oportunidades de investimento não apenas no país, mas também em outras regiões da América Latina, como Peru, Colômbia, Uruguai, Panamá e Costa Rica.”

Além do Brasil, a empresa possui atualmente outras seis plantas na América Latina, em países como México, onde conta com cinco parques eólicos em desenvolvimento com capacidade de 799 MW, no Peru, onde detém um projeto eólico em desenvolvimento de 99 MW, e no Uruguai, onde possui um parque eólico com capacidade total de 50 MW.

Criada em maio de 2015, a Cubico é resultado do spin-off da atividade de investimentos em energia renovável e infraestrutura de água do Santander no mundo. O portfólio detido pela Cubico no mundo contemplava originalmente 19 ativos em 7 países, que formavam um valor estimado de mais de US$ 2 bilhões, e capacidade instalada de 1,4 GW. A empresa tem presença em distintas geografias como Brasil, México, Uruguai, Itália, Portugal, Espanha, Irlanda e Reino Unido.

A Cubico possui sede em Londres e escritórios em São Paulo (Brasil), Milão (Itália) e no Distrito Federal do México. No Brasil, além da sede em São Paulo, a Cubico possui um centro operacional em Fortaleza (CE), que será expandido localmente à medida que a companhia tenha mais ativos sob a sua gestão.

Fonte: Wagner Freire, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Investimentos e Finanças

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *