CERNE e FIERN discutem Agenda Mínima para o setor renovável em 2019

O Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), entidade integrante da Comissão Temática de Energias Renováveis, da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (COERE/FIERN), tratou, na sessão desta segunda-feira, 29, da definição de uma Agenda Mínima para o setor em 2019.

O presidente do COERE, Sérgio Azevedo, destacou, na ocasião, que momento, diante do início de novos Governos no Estado e no país, será oportuno para a defesa dos projetos de incentivo à ampliação do uso de fontes renováveis para geração, transmissão e distribuição de energia.

A Agenda Minima que está em elaboração no COERE envolve temas relacionados com educação, difusão de informação, infraestrutura, logística, questões ambientais, financiamento, fomento, desenvolvimento de mercado, inovação, ciência, tecnologia, questões regulatórias e políticas públicas.

Os conselheiros discutiram os principais gargalos que impõe dificuldades para o desenvolvimento do setor, no qual o Rio Grande do Norte tem crescido e demonstra vocação, mais pode ter novo ritmo, se forem eliminados ou reduzidos os entraves.

Entre as sugestões que deverão ser incluídas na Agenda Mínima estão propostas para incentivos ao uso adequado de energia renovável, inclusive em prédios públicos, e a construções sustentáveis.

Durante a reunião do COERE também foi apresentado o portal Rede Renováveis, que será lançado em novembro.

Fonte: CERNE Press

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *