“Até 2050, desafio será a integração”, afirma especialista americano no 4º Fórum Estadual de Energia do RN