Disparada do petróleo pode elevar gasolina em 25% até o fim do ano